Decorreu no passado dia 29 de Setembro de 2019 mais uma edição do Granfondo das Aldeias do Xisto com inicio e chegada à cidade do Fundão.
Os 700 atletas inscritos tinham à disposição 3 percursos, o Minifondo com 67 kms (1350m D+), o Mediofondo com 108 kms (2100m D+) e o Granfondo com 141 kms (2900m D+).
Em ambos os percursos, a organização escolheu algumas subidas bem desafiantes não estivéssemos nós a pedalar entre as serras da Estrela e do Açor. A primeira grande dificuldade foi a subida ao Alto do Xiqueiro, contagem de 1ª categoria,
com 12kms de extensão e pendente média de 6%, com passagem pelo Cabeço do Pião, complexo mineiro da Barroca Grande e Panasqueira. A segunda subida do dia levou os ciclistas ao Alto do Fajão, de 3ª categoria com 7kms de extensão e 4% inclinação média, antes
da descida para Pampilhosa da Serra onde a organização proporcionou um bom abastecimento para recuperar as forças. O Alto do Gavião, subida de 3ª categoria mais o Muro de Janeiro de Cima, talvez a mais dura, com apenas 3 kms de extensão, mas com 7% de pendente
média levou a pulsação dos ciclistas subir em flecha. A serra do Açor foi a última subida para contemplar as paisagens de montanha de cortar a respiração, com os seus 11 kms de extensão e uma inclinação média de 3%. Após os ciclistas cruzarem a meta tinham
à sua espera os banhos com água quente e um almoço confeccionado na altura para recuperar do esforço despendido.
Pelo Clube OGMA participou o Nuno Almeida que apesar do tubular da roda traseira ter rebentado ao km10 e ter ficado parado 30 minutos à espera de uma roda completou o Granfondo em 5h43m19s terminando em 84º lugar na geral e em 28º no escalão
Master B.
 
 
 
 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com